pixel-facebook

Quanto custa criar um site?

Nesse texto você vai entender quanto custa criar um site, os fatores que poderão influenciar o preço, os tipos de sites existentes, se é melhor desenvolver o site ou buscar uma plataforma pronta, entre outras informações importantes.

Caso você tenha interesse sobre o assunto, confira as dicas que separamos para você logo abaixo!

Quanto custa criar um site?

Como é possível perceber, o meio digital está em constante crescimento e com isso a presença online das empresas é  muito importante.

Quando uma empresa ou um indivíduo pensa na presença digital, um dos primeiros questionamentos a serem feitos é quanto custa criar um site.

E para responder essa pergunta, é necessário entender diversos fatores que compõem o valor final do custo de um site. Mas já adiantando caso você queira saber, o valor da criação de um site varia entre R$ 500,00 (quinhentos reais) e pode ultrapassar facilmente os R$ 10.000,00 (dez mil reais). Isso vai depender da complexidade e a qualidade que o site será feita.

Sendo assim, a seguir explicaremos de maneira detalhada os fatores que podem influenciar o preço de um site, quais os tipos de sites existentes, entre outras questões que estão relacionadas a esse tipo de investimento.

Fatores que podem influenciar o custo do site

É importante que a princípio você tenha em mente que os custos de se ter um site não é algo fixo, ou seja, pode variar por conta de diversos fatores.

Para que você possa entender melhor todo o processo que envolve esse custo, é importante que se compreenda todos os elementos, como por exemplo:

  • A complexidade do projeto, uma vez que dependendo, pode envolver mais ou menos funcionalidades avançadas que podem custar mais ou menos;
  • O tipo de site que vai ser adotado;
  • Funcionalidades específicas;
  • Profissionais envolvidos, entre outros detalhes;

Tipos de site

Para criar um site, é muito importante que você conheça as suas variações, assim como também o propósito dos mesmos.

Dessa maneira, conheça alguns tipos:

  • Blog Pessoal: é ótimo para expressar opiniões e ideias pessoais, tendo um custo para a construção relativamente baixo;
  • Site institucional: geralmente voltado para empresas, eles apresentam os serviços e também as informações institucionais, podendo ter um custo variado;
  • Portfólio Profissional: voltado para a apresentação de trabalhos profissionais;
  • E-commerce: para a venda de produtos on-line, tendo um custo para a construção e manutenção variado, uma vez que vai depender muito das funcionalidades.

Desenvolvimento de sites ou plataformas prontas?

É muito importante que você compreenda algumas características tanto de um site totalmente desenvolvido para você ou plataformas prontas para que possa fazer a sua escolha, sendo assim, confira abaixo algumas informações:

Site personalizado

  • Oferece a flexibilidade total no que diz respeito ao design e funcionalidades;
  • Pode otimizar o desempenho por conta da personalização;
  • O projeto tem possibilidade de escalabilidade, ou seja, pode se adaptar às novas necessidades que possam surgir;
  • O custo pode ser um pouco elevado em comparação a plataformas prontas;
  • É necessário um tempo maior para o desenvolvimento do projeto;

Plataformas prontas

  • Custo inicial bem mais baixo;
  • Desenvolvimento do projeto mais rápido;
  • Bem mais intuitivas e de fácil utilização;
  • Possui algumas limitações de design e personalização;
  • Depende da atualização e também dos plugins;
  • Você terá um menor controle em relação ao desempenho;

Design e custo de site

O design tem um papel essencial no custo do site, uma vez que ele não influencia apenas o visual do mesmo, mas também a sua usabilidade e também a experiência do visitante.

Dessa maneira, podemos afirmar que o design pode ter um impacto nos custos da seguinte forma:

  • A complexidade visual do site;
  • Adaptação para dispositivos móveis e responsividade;
  • User Interface e Experiêncer;
  • Em relação a questão de design personalizado ou template;
  • Identidade visual e branding;

Custos recorrentes

Com a criação de um site, você terá alguns custos recorrentes, como por exemplo: a Hospedagem e o Domínio.

A hospedagem diz respeito ao serviço que irá permitir que o site seja acessado, assim como também visualizado na internet, dessa maneira você terá que pagar uma taxa mensal ou anual, dependendo da plataforma.

Já o domínio é o endereço do seu site, ou seja, como ele é registrado, sendo que o custo desse registro poderá variar de acordo com a plataforma, assim como também com a popularidade desse domínio.

Ficou confuso? Fique tranquilo, separamos um video da hostgator explicando sobre domínio e hospedagem que com certeza vai descomplicar e fazer você entender de uma vez pro todas.

Diferença de Domínio e Hospedagem

Contratação de profissionais

É possível também que você tenha gastos na contratação de profissionais na hora de criar o seu site.

A depender do tipo de site é preciso contratar: desenvolvedores web, designers gráficos, especialistas em SEO, profissionais para produção de conteúdos, entre outros.

Orçamento realista: economizando no seu site

Depois de entender todos esses pontos que abordamos acima e que compõem os custos de um site, por sim, daremos algumas dicas de como economizar na hora de criar o seu site.

Os primeiros passos são:

  • Definir objetivos claros;
  • Escolher uma plataforma adequada;
  • Priorizar funcionalidades importantes;
  • Avaliar a possibilidade de contratar freelancers ou agências;
  • Planejar e realizar as atualizações e manutenções autônomas;

Com essas dicas é possível ter uma noção de quanto custa a criação de um site para que você possa fazer um planejamento adequado para a criação do mesmo.

Caso você queira fazer a criação do seu site, indicamos a você entrar em contato com a Facility Marketing uma agência especializada em criação de sites, com isso você terá toda uma equipe de profissionais (como programadores, designers) para dar vida ao seu projeto.

Posts Relacionados

O que é SEO YouTube?

Rolar para cima